Volt propõe solução única europeia para crise da inflação

Volt propõe solução única europeia para crise da inflação

08/07/2022
Inflação

07 julho 2022

Depois da semana em que os governadores dos bancos centrais da Zona Euro e a Presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, terem reunido em Sintra para discutir possíveis soluções para fazer face à inflação que a Europa enfrenta, num cenário de guerra na Ucrânia, o partido euro federalista Volt vem alertar sobre a necessidade de abrir portas à criação de Dívida Pública Europeia e da criação de um Orçamento da Zona Euro+, para munir a União Europeia de verdadeiras ferramentas macroeconómicas para enfrentar crises financeiras e económicas.

Ana Carvalho, a recém-eleita Co-Presidente do Volt Portugal relembra que Portugal e outros países da periferia da Europa sofreram com a crise das dívidas soberanas, numa altura em que a sua capacidade de pagar a sua dívida pública foi colocada em causa, com o medo do default a pairar nos mercados financeiros. “Na crise que enfrentamos hoje, se já existisse a emissão de Dívida Pública Europeia e um Orçamento da Zona Euro+, como o Volt defende, haveria mais instrumentos para combater a inflação e evitar uma recessão.”, argumenta a engenheira de 26 anos.

“É impressionante o quão pouco evoluímos na arquitetura financeira e monetária da UE desde a crise das dívidas soberanas.”, acrescenta Duarte Costa, também Co-Presidente do Volt. “A União Bancária foi um marco importante, nomeadamente com a garantia de depósitos e a criação da zona SEPA, mas continuamos com a falha grotesca de não conseguir munir a UE de uma política fiscal comum capaz de contrabalançar choques macroeconómicos. A política monetária, já hoje aplicada pelo BCE, não é suficiente para reagir aos choques económicos na Zona Euro.

O Orçamento da Zona Euro+ proposto pelo Volt incluiria todos os países pertencentes à Zona Euro, assim como os restantes estados-membros da UE que quisessem aderir voluntariamente, partilhando assim de políticas fiscais  comuns. Este orçamento teria recursos próprios e uma dimensão apropriada para a economia da Zona Euro. Não podemos continuar a esperar que o BCE sozinho, seja capaz de fazer frente a todas as crises económicas e financeiras.


Ana Carvalho e Duarte Costa foram eleitos no dia 26 de junho, assumindo uma liderança enquanto Co-Presidentes do Volt Portugal, aproximando assim a estrutura do capítulo nacional do Volt à do Volt Europa. São membros integrantes desta nova Comissão Política Nacional Yannick Schade (Secretário-Geral), André Eira (Tesoureiro) e os vogais Cátia Geraldes, Inês Reis dos Santos, Pedro Malheiro, Ralf Medernach, Silke Jellen, Susana Carneiro, Tânia Girão, Tiago Silva e Vítor Moreira, apresentando assim a primeira Comissão Política Nacional paritária em género.